Olá, esse blog foi aposentado e as novidades estão todas em: http://giancarlorufatto.tumblr.com

:)

Agüenta Coração



Sigur rós ao vivo no Jools Holand. Detalhe: a Islandia inteira está de banda de apoio (ta bom, uns 3 islandeses devem ter ficado em casa pra cuidar dos velhos e crianças) .


(minha vida em uma canção do Sigur rós)

Tenho um suspiro após o outro, tenho surgido em emoções. Um existir de dedos. Uma criança pra sempre. Um falar solitário, palavras que nunca querem dizer nada. A primeira palavra. Rasgar o papel de um presente pela primeira vez, ou melhor, ver chegando um pacote suspeito com um laço vermelho, aquele suspense, que explodirá com o rasgar do pacote. Infância. Ingenuidade. Sinceridade. A sua mãe, o seu pai. A vontade de abraçar alguém, aquele “upa” que só a pessoa certa pode lhe fornecer. O primeiro cair, o primeiro choro, o primeiro levantar e sacudir a poeira. É o primeiro olhar para uma menina, é o primeiro sorriso amigo, o primeiro andar de mãos dadas, o primeiro beijo. É o primeiro amor. É a primeira vez. É a ultima. É como ter certeza de que tudo aquilo que sentiu nos últimos quinze minutos nunca mais se repetirá, mesmo que a canção se repita. Mesmo que você volte atrás. É o coração, é a respiração. São todas aquelas lendas sobre acordar e descobrir que dormiu por 20 anos. A partir deste momento, todas as coisas serão novas, serão como um bom dia, uma boa noite. É como chegar cansado e ouvir a voz da pessoa que você escolheu pra estar sempre ali dizendo “querido, como foi o seu dia?”. É o sorrir, se descobrindo um otário apaixonado, é roer as unhas de ansiedade, “será que ela vem?”. É o sim, o não também. É querer bem quem se quer e quem não quis entrar no seu mundo. É o primeiro fim e o próximo começo de tudo. É a ultima palavra. É ser o primeiro a voltar atrás. É desejar o calor do sol, mas não abrir mão do frio. É um cobertor, um cachecol, um guarda chuva. Me faz gostar, me faz querer tudo de novo. Outra vez.

* texto do começo 2006 esrito na primeira vez que ouvi Hoppípolla and Með Blóðnasir, se você não se emocionar com essa canção, favor consultar um cardiologista, seu coração pode não estar batendo.